Curso Esfera - Curso OAB Online e Presencial

Depoimentos

Envie seu depoimento

Formulário para depoimentos

Oranir Silva

Professora Maria Inês,
 
Estou informando que também consegui aprovação na prova da OAB.  Tive o prazer de estar com a Senhora naquela turma de sábado.   Certamente todos nós alunos, que ali estivemos durante aqueles 5 sábados, chegamos à prova final bastante ansiosos e inseguros. Insegurança, não pelas suas aulas, mas tão-somente por todo esse clima que acaba por envolver esse exame da Ordem.  Na faculdade, sobretudo quando se chega ao 9° e 10° períodos, o aluno sofre cotidianamente um verdadeiro massacre, com todos os professores falando em suas aulas sobre essa prova da OAB.  Não há um só dia,  uma só aula em que o assunto não seja ventilado, e a pressão é muito grande.  Daí, se chegar ao dia da prova da OAB com os nervos a flor da pele. Mas eu queria lhe dizer que foi muito bom ter aquelas aulas com a Senhora.  Acredito que, sem elas, eu não conseguiria aprovação.  Ali, além dos inquestionáveis conhecimentos que a Senhora nos repassou com absoluta competência (diga-se de passagem que eu sou da Estácio e fui seu aluno por duas vezes na telepresencial, logo,  já a conhecia.  Portanto, não foi surpresa para mim constatar a sua competência), pude assistir a uma mulher vigorosa, cheia de garra, transmitindo força e disposição para os seus alunos.  Confesso, que aquele seu lado eu não conhecia.  E essa sua atuação foi fundamental, pois naquele pequeno período, entre a 1ª e 2ª fases, são necessárias muita dedicação e disposição, até  porque há dias que nos parecem que não vamos agüentar, que não vamos conseguir.  Ainda mais quando se trata de um homem na minha idade, já com 66 anos. A carga começa a ficar pesada.  Todavia, nas suas aulas, cheguei a me sentir juvenil, diante de tanta força que a senhora transmitia em cada um daqueles nossos encontros. Mas o reconhecimento de toda a sua importância nesse contexto, para mim, ficou evidente no dia da prova.   Foi ai, ao final da prova, que pude perceber toda a sua importância na condução daquele processo. Eu consegui terminar a prova no tempo de três horas e meia.  Creio que poderia até mesmo ter feito uma melhor prova, pois não precisava correr tanto. Mas fui com o propósito de deixar 3 horas para a peça.  Logo, corri muito nas 5 questões e creio que poderia te-las feito melhor. Porém, creio que fui bem, diante das circunstâncias. Ao terminar, tive a oportunidade de fazer uma breve revisão e, observei que tinha feito uma boa prova. Ali, me veio a sensação da certeza da minha aprovação. Claro, que sabia que dependia da correção.  E, então, como todo ser humano enchi-me de orgulho uma vez que já pressentia o gosto da vitória.  Todavia, num momento de reflexão, coisa própria de um homem na minha idade, observei que a  vitória prestes a se concretizar não me pertencia como de plano me afigurava.  Porém, ela era fruto fundamentalmente da sua atuação. Tive naquele instante, por conseguinte, oportunidade de me recordar das suas aulas, da força e da energia que a Senhora sempre nos transmitiu.  Pude perceber, então, que eu fui apenas um instrumento de tudo aquilo que terminara de construir. Essa vitória, portanto, era mais sua do que minha.  Eu apenas fui conduzido por um caminho que a Senhora de forma extremamente competente e dedicada soube pavimentar como poucos no exercício dessa profissão tão digna e importante como é a de professor.  Muitos podem ser professores.  Todavia, poucos sabem e se conduzem como Mestres. Que Deus a abençoe. Oranir

 

Valter Reis Gonçalves Junior

Professora Beatriz, passei no exame, e venho agradecer pois a doutora faz parte dessa conquista.... Mto obrigado por tudo!!!!

Abraços!!!

Marcia Cristina Diniz Lima

Biaaaaaaaaa,
Obrigadaaaaaaaaa, que Papai do Céu lhe abençoe para que vc possa continuar auxiliando seus alunos BRILHANTEMENTE! bjs da aprovada no 41º exame(2ª fase). Márcia.